MB VOCÊ

  • Compartilhe

Como melhor aproveitar os ambientes do seu apartamento MB Group

31/08/2017 | por Tadeu Tremura


Independente do tamanho do seu apartamento, provavelmente você já deve ter sentido a sensação de estar em um ambiente bem menor do que realmente ele é. Essa sensação pode ser causada por vários motivos, que vão desde a disposição dos móveis pela casa, tetos muitos baixos, cores muito escuras, entre outros detalhes.

A boa notícia é que é possível melhorar esta sensação, com algumas dicas de decoração que preparamos para você, e assim aproveitar melhor os espaços em seu apartamento. Vamos a elas.

1. INTEGRE A SALA COM A COZINHA

A cozinha nunca deixou de ser um dos locais mais amados de uma casa. A explicação disso é fácil: não tem coisa mais gostosa do que compartilhar o preparo de uma receita com quem você ama. E para evitar as "barreiras" que a separam do cômodo de estar, basta integrar os dois ambientes. Comece desde o projeto de decoração. Planeje-o pensando nos ambientes já unidos, como se fossem um só, estabelecendo um estilo único para a decoração, como por exemplo: usar a mesma paleta de cores. Outro detalhe é usar o mesmo piso nos dois ambientes. Apesar de serem detalhes simples, eles conquistam mais facilmente a união visual. Uma outra dica para melhorar os ambientes do seu apartamento é você valorizar a pia, deixando-a em evidência para quem vai olhá-la da sala. Para isso existem infinitas possibilidades que vão desde adesivos impermeáveis, até as tradicionais pastilhas.

2. USE ESPELHOS

Espelhos são clássicos e indispensáveis em ambientes como o banheiro e o quarto, mas não é de hoje que eles são aproveitados em outros ambientes, adaptando-se muito bem no mais diversos cômodos da casa e com diferentes objetivos, principalmente para dar a ideia de amplitude. O primeiro passo é posicionar os espelhos de forma correta, posicionando-o a frente do que você pretende destacar, para que ele possa duplicar espaços e objetos, produzindo o efeito esperado. Utilizar espelhos de tamanhos variados, para proporcionar mais foco e direcionamento. Um detalhe que não pode ser esquecido é a moldura, que, além de elegantes, ajudam na decoração. Você também pode investir em móveis que já venha com espelhos. Detalhes este muito comum em guarda-roupas, onde os espelhos tomam totalmente a porta, servindo tanto para decorar, quanto para usá-lo para se arrumar, por exemplo.

3. APOSTE NAS CORES CLARAS

Cores sempre são grandes aliadas em qualquer decoração. E para conseguir aquela sensação de aconchego e amplitude na decoração dos ambientes, as cores claras são mais que bem-vindas. O branco e outros tons mais claros (como os pasteis e os bebês), além de darem a ideia de um ambiente maior, deixam o local bem mais iluminado e arejado. Um outro diferencial é que, se o cômodo for decorado com elementos de tons mais escuros (como vasos e almofadas) os tons mais claros servem como base para balancear o ambiente, ajudando a criar pontos de cor e criando um equilíbrio perfeito para o seu apartamento.

4. EVITE DIMINUIR O PÉ DIREITO

Pé direito nada mais é a que a medida do piso ao teto, e quanto menor for essa medida, mais perto do chão estará o teto, o que, logicamente, acarretará no aumentando da sensação de aperto. Até porque você realmente terá menos espaço. O pé direito pode passar a sensação de compressão de várias formas, uma delas é optar por rebaixar demais o teto. O ideal para se ter a sensação de amplitude, seria algo em torno de 2,50cm. Um outro detalhe que faz o pé direito parecer mais baixo é o uso de cores escuras no teto. Neste caso, essa sensação pode ser duplicada se a cor usada no teto começar antes de onde realmente ele se inicia e/ou se houver um contraste muito grande entre a cor da parede e a cor do teto. Perceba que, seguindo esta lógica, você pode chegar até ao rebaixamento máximo de 2,30cm (segundo os arquitetos) e ainda assim ter a sensação de um pé direito alto, se a cor do teto for igual a da parede.

5. PRIORIZE AS LINHAS HORIZONTAIS

Priorizar as linhas horizontais também é uma ótima medida para conseguir amplitude. E você pode conseguir isso de várias formas. Pode ser através de móveis planejados com a mesma altura, criando uma linha e alongando a parede. Pode ser através de rasgos e sancas no teto e linhas de luz usando fitas de LED, que são adequadas para este fim e que funcionam em sistemas embutidos (este último exemplo proporciona um ganho mais expressivo se a linha da luz estiver bem definida). Outro detalhe é o uso de quadros e telas com traços de horizonte que funcionam muito mais que uma simples decoração, transmitindo a sensação de expansão. Por fim, pintar as paredes com cores um pouco mais escuras que o teto e o piso criam linhas que realçam este efeito.

6. INTEGRE O QUARTO COM A SALA

A integração de ambientes tem suas vantagens: amplia o espaço, aumenta a convivência entre a família, dá mais personalidade com um ar mais despojado à decoração etc. Geralmente as paredes internas dos apartamentos apenas separam ambientes e, como não têm função estrutural, podem ser derrubadas com mais facilidade do que em casas. Sendo assim, a falta delas não é problema, mas sim, uma solução bem-vinda. Modernos e versáteis, os ‘ambientes sem paredes’ são boas opções para quem busca um estilo de vida prático e sem barreiras. E não importa o seu estilo, sofisticado, rústico ou clean. O que importa mesmo é que seu apartamento - seja ele grande ou pequeno - tenha espaços incríveis.

 

Viver em um apartamento geralmente exige algumas adequações, porém, depois de adaptá-lo ao seu estilo, é possível aproveitar melhor os espaços em seu apartamento e assim viver bem. O mais importante é valorizar as áreas úteis e seguindo essas dicas, mais amplo o seu apartamento irá parecer. Aproveite e Saiba Porque é Importante Escolher o Melhor Local Para Seu Imóvel.

Por Tadeu Tremura - www.mbcapital.com.br

Diretor Comercial MB Group

  • Compartilhe

Publicações relacionadas