MB VOCÊ

  • Compartilhe

3 dicas de segurança para seu sonho não virar pesadelo

01/11/2017 | por MB Group


Para a nossa infelicidade, a violência sempre foi um problema comum em várias cidades brasileiras, sobretudo nos grandes centros urbanos. Uma situação que nossos governantes não tem conseguido resolver. Então cabe as empresas do mercado imobiliário investirem na tecnologia de segurança do condomínio e a você cliente investir na segurança do seu apartamento, para não deixar que o sonho da compra do imóvel vire um pesadelo.

Com algumas ações básicas, você consegue aumentar as chances de manter seu lar intacto e, assim, garantir proteção para sua família. Basta continuar lendo este post para descobrir como.

1 - Invista em itens de segurança

Esta dica pode soar meio óbvia, mas quando o assunto é sentir-se seguro, os alarmes são itens indispensáveis para manter seu a apartamento protegido. Por isso, instalar um alarme pode ser o primeiro passo. Existe uma grande variedade de alarmes no mercado e você pode avaliar qual o melhor para cada caso. Dentre os mais comuns, podemos citar os sensores magnéticos, os sensores de movimentos e os detectores de quebra de vidro. Muitos já contam com "botão de pânico", que acionam a polícia em caso de perigo. Um plus na segurança.

Em paralelo aos alarmes, você pode - e deve - ficar atento a outras estratégias de segurança  que geralmente passam batidas por alguns, como instalar câmeras de monitoramento em locais estratégicos, manter o interfone em pleno funcionamento e obter boas fechaduras, estas, quando de alta qualidade, possuem resistência suficiente para evitar o arrombamento.

Um outro forte "approach" que gera resultado é deixar claro que você possui esses itens de segurança. Uma simples placa com a  frase "você está sendo filmado" pode ser um fator desanimador de potenciais delitos, já que pessoas mal-intencionadas  preferem alvos mais fáceis.

2- Cuide da sua segurança fora do apartamento

Estar seguro em casa, também depende de como você vive fora dela. Isso porque os criminosos geralmente monitoram a vida das vítimas, analisando sua rotina e passando a conhecer locais que frequentam, horários e comportamento, para atuarem além da oportunidade repentina.

O ideal é evitar exibir riqueza e ser o menos previsível possível, alternando dias e horários para realizar tarefas que precisam seguir uma cronograma, fazer trajetos diferentes e estar sempre atento movimentações estranhas, principalmente antes de entrar no condomínio.

Devemos lembrar que segurança é a sensação que se tem do grau de preservação de um bem. E não há bem maior que nossa família. Cada um deve fazer sua parte e, para isso, basta observar estes cuidados simples. A intenção é que você viva em um lugar que ofereça comodidade, segurança, soluções inteligentes e que se encaixe perfeitamente com a sua forma de vida.

3- Conheça os seus vizinhos

As pessoas que moram próximo a você são as que mais têm conhecimento sobre o seu dia a dia. Isso facilita a identificação ações que pareçam fora do comum, agilizando assim soluções de eventuais problemas que possam acontecer. Mas, para que isso funcione, é necessário ter algum tipo de ralação com a pessoa que mora ao lado. Conhecer melhor e se relacionar bem é o caminho inicial para que se tenha uma relação mais harmoniosa com as pessoas que dividem a mesma vizinhança.

Ações solidárias,  além também tornarem o ambiente mais harmonioso, fazem toda a diferença para situações de risco, precisando apenas que as pessoas desenvolvam a  política da boa vizinhança. Contudo, devemos ressaltar que não podemos assumir conhecer alguém com 100% de precisão e, por isso, não esqueçamos de ter uma boa conversa com a família sobre todas essas medidas de segurança, nem deixemos de explicar para os filhos que jamais se deve abrir a porta para estranhos.

Bom, agora que você já leu as nossas 3 dicas de segurança para seu sonho não virar pesadelo, que tal reavaliar seu apartamento e verificar se tudo está dentro dos conformes? Pode começar saudando o primeiro vizinho que encontrar, topa?

Por MB Group - www.mbcapital.com.br

Blog

  • Compartilhe

Publicações relacionadas